Data Analytcs

Solução De Analytics

É incrível o volume de dados coletados e acumulados atualmente pelas empresas, assim como as perspectivas de crescimento destes volumes para os próximos anos. Apesar disso não é raro ouvir de executivos e gestores tomadores de decisão reclamações como: “Faltam dados e informações para se tomar uma boa decisão”, “As informações demoram para chegar, não estão disponíveis no momento que precisamos”, “As informações não são confiáveis ou não atendem às minhas necessidades”. Mais incrível ainda, é que muitos dados coletados são disponibilizados em tempo real, mas muito poucos são utilizados em tempo real.
Além disso, um estudo do Cappra Institute for Data Science identificou que, em geral, as decisões nas organizações brasileiras são tomadas de forma não estruturada, com ausência de protocolos para transformação de dados em informações, assim como para a utilização destas informações nos processos de decisão. Estes fatos indicam que os produtos de dados (Dashboards, Algoritmos, etc) e o potencial do Analytics não estão sendo completamente explorados para se resolver problemas e tomar decisões.
A implantação do Analytics para o processo decisório deve contemplar, além dos produtos de dados (Dashboards, Algoritmos, etc) , diversas outras iniciativas para que efetivamente traga os resultados esperados, como:
Foco no problema e nas decisões a serem tomadas – Toda solução analítica deve estar associada a uma processo de decisão. Excesso de informação dispersa a análise, confunde os usuários, consome recurso sem nenhum impacto positivo para a organização;
Aproximar as áreas de negócio das áreas técnicas (Analytics, TI, etc) – As áreas técnicas precisam se aproximar e entender os problemas de negócios;
Reduzir os silos de informação – Revisar estruturas e processos que as informações sejam efetivamente compartilhadas e haja confiança para a sua utilização;
Começar com o que tem – Não esperar que toda a base de dados esteja disponível e perfeita para iniciar as análises, conduzir experimentos, errar faz parte do processo
Preparar as pessoas para o analytics – Desenvolver as pessoas para o pensamento analítico, o conhecimento não pode ficar restrito à área de analytics;
Estabelecer processos e protocolos de decisão – Processos e protocolos não substituem as pessoas, mas agilizam o processo e geram conhecimento.