Coleta e Análise da Experiência e de Resultados Reportados pelo Paciente

As pesquisas da experiência e dos resultados reportados pelos pacientes são essenciais na transição para a gestão da saúde baseada em valor.

Melhorar os resultados de satisfação e a experiência geral do paciente com o atendimento tem sido uma das principais prioridades das organizações e dos sistemas de saúde. Felizmente, diante da disponibilidade de dados e de recursos tecnológicos, tem sido possível avaliar uma quantidade cada vez maior de informações. O que nos chama a atenção é que estas medições estão concentradas em medidas clínicas e de processo, muitas vezes deixando de lado o que é realmente importante para os pacientes. Pacientes se preocupam com os sintomas, possibilidade de executar atividades diárias, estado funcional, saúde mental. À medida que os sistemas de saúde progridem e buscam oferecer um atendimento melhor, só obterão sucesso se puderem definir com precisão o que se qualifica como um bom resultado, e para isso é necessário entender a saúde sob a perspectiva do paciente.
Diante disso, as pesquisas de satisfação e experiência do paciente com os cuidados recebidos (PREMs -Patient Reported Experience Measures) e as medidas de resultados relatados pelos pacientes (PROMs – Patient Reported Outcomes Measures) são essenciais para se definir bons resultados, assim como impulsionar melhorias da qualidade em todo o sistema.
Por meio da TPValue, nossa plataforma de saúde baseada em valor, aliado ao uso sistemático de Healthcare Analytics, temos construído experiência na medição e utilização de PREMs & PROMs com duas ênfases principais:
geração de informações para o processo de tomada de decisão e identificação de oportunidades;
desenvolvimento de contratos de valor entre prestadores e pagadores, onde o vetor preponderante na avaliação do desempenho são as informações relacionadas à satisfação e resultados para o paciente.
Diante de uma realidade onde a maioria dos sistemas de saúde ainda são medidos e ranqueados de acordo com medidas clínicas e de processos, como por exemplo taxa de infecção, média de permanência, taxa de mortalidade, nosso objetivo é demonstrar que os sistemas de saúde que coletam e tomam decisões baseadas na experiência e em resultados que realmente importam aos pacientes podem aprender, melhorar, obter resultados superiores e serem reconhecidos por seus pacientes e parceiros.