Clínico e Econômico de Carga da doenças

Problema

Os cânceres de bexiga e cabeça e pescoço não são uma das principais prioridades de câncer do Ministério da Saúde brasileiro. Há poucos dados de impacto clínico e econômico para essas doenças na sociedade brasileira. Os custos de imunoterapia podem não ser capturados com valor adequado financeiramente.

MAPESolutions

Após uma sessão de brainstorming com o cliente, a solução foi desenvolver um estudo de carga da doença. Nestes estudos os impactos clínicos e econômicos (Epidemiologia, DALY, custos diretos e indiretos, incluindo perda de produtividade de trabalho dos pacientes como resultado da doença e do tratamento) foram demonstrados como dados de vida-real brasileiro.

Conclusão

Estudo de carga da doença pode ajudar a entender o impacto de diversas doenças como cancer na população brasileira. Dado que há muitas áreas com poucos dados, o impacto da doença para sociedade não é apropriado em muitas circunstâncias. Neste caso, a doença que apresenta um auto custo do sistema de saúde pode criar uma visão mais favorável para os pagadores para investir no tratamento. A abordagem da MAPESolutions permite um sólido conjunto de dados para a carga do câncer na sociedade, permitindo uma maior apreciação dos benefícios de novas tecnologias.

CONTACT

HOW CAN WE HELP

Agile service is a trademark of MAPES.